publicado por [FV] | Sábado, 22 Junho , 1985, 18:33

 

Existe uma força crescente na pintura de Fernando Vidal, que ora é serena ou quando menos se espera transborda, explodindo em gigantesca energia.
Com uma temática muito próxima do esboço poético, pode-se verificar de trabalho em trabalho a grande preocupação de assumir a pintura. Pintura, tal como se escreve, pensa e diz.
Insatisfeito, mas persistente na saudável loucura de criar…
Dele se esperam mais coisas. É um bom amigo este Fernando!
Rui Aço
, Catálogo da Exposição (1985)
 
Exposição de Pintura
Galeria de Arte Moderna | Sociedade Nacional de Belas Artes
1 a 15 Outubro 1985

 

Sobre papel e em pequenos formatos, uma pintura pacientemente trabalhada na diversifcação de texturas e na articulação de planos e luzes, que a sobreposição de plástico parcialmente vela e remete ainda mais para sugestões de impressão fotográfica ou de gravura.

Alexandre Pomar, Semanário Expresso (12OUT1985)


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar neste blog
 
RSS