publicado por [FV] | Quarta-feira, 14 Novembro , 2007, 14:09

Fernando Vidal - O artista por detrás da obra

 

“Quando pinto, sou autista!”

Homem de convicções fortes e de ideais vanguardistas, Fernando Vidal apela a todos os que observam as suas obras a vê-las “através dos seus olhos”. Considerando a sua pintura “intimista e pouco convencional”, Fernando Vidal afirma que as telas que pinta reflectem-no a si próprio e ao seu modo de estar, acrescentando mesmo que “quem entender a minha obra, entende-me a mim!”. Relatando o modo como interage com a realidade quando está a criar, Fernando Vidal exprime que entra em alienação total, admitindo: ”Quando pinto, sou autista!” E é nessa abstracção que este pintor – paisagista, confere a componente imaginativa à sua pintura, tornando-a tão sui generis e intrigante.
Na exposição “Alentejo-Paisagens”, a planície alentejana surge ilustrada com emoções e cores fortes. Apesar de não ser alentejano, Fernando Vidal vive o Alentejo como sendo seu, retirando toda a inspiração da terra, do fogo, da água e do ar que envolvem a belíssima região. Esta é a sua forma de imaginar a matéria em estreita comunhão com os elementos da natureza. Nesta obra, o Fogo foi o factor mais evidenciado. Fernando Vidal imprimiu na cor vermelha o reflexo dos incêndios que assolaram a planície alentejana na altura em que a pintava, tendo esta realidade influenciado profundamente a sua criação.
Admirar a obra deste artista será, assim, um grande desafio para todos, bem como um convite a decifrarem a mensagem que está implícita por detrás de cada traço…de cada pincelada.
Vera Martins
in, http://jornaldenisa.blogspot.com/2007/11/fernando-vidal-o-artista-por-detrs-da.html


 

 

 

Exposição de Pintura
A L E N T E J O | P A I S A G E N S
Galeria Municipal de Alter do Chão | Palácio do Álamo
10 Novembro | 30 Dezembro 2007

 


pesquisar neste blog
 
RSS